PRAIA DO FUTURO (2022) 

Estabelecida a partir da década de 1970 no litoral leste de Fortaleza, a Praia do Futuro foi idealizada como um novo balneário voltado para o lazer de banhistas locais e turistas. A expectativa de crescimento imobiliário levou à ocupação humana na mata tropical, alterando profundamente a paisagem local. Hoje, cerca de cinquenta anos depois, as fachadas das edificações próximas à beira-mar mostram o desgaste causado pela violenta maresia.

 

Percorro a região fotografando essas paisagens abandonadas, onde não há mais espaço para as idealizações passadas de desenvolvimento urbano, apenas sendo possível confrontar-se com os problemas sociais e ambientais do presente. Buscando refletir sobre as promessas não realizadas do progresso brasileiro, proponho esse conjunto de paisagens como o resultado material das políticas equivocadas de urbanização do território tropical, incentivadas pela especulação imobiliária e que desconsideraram a impossibilidade da habitação efetiva no local.